Muitos jovens têm o sonho de investir no mercado de ações quando começam a se aventurar no mundo das finanças. Entretanto, para que isso dê certo, é primordial que se conheça a fundo o assunto, incluindo as siglas que rodeiam os investidores. Por exemplo, COE (Certificado de Operações Estruturadas), CDB (Certificado de Depósito Bancário), LC (Letra de Câmbio), LF (Letra Financeira), IPO, entre outras. No artigo de hoje, conhecemos mais a fundo esta última citada. Ficou curioso? Continue a leitura!

Como investir no mercado de ações?

Se o seu objetivo neste post é única e exclusivamente entender como investir no mercado de ações, nós podemos te ajudar. Em nosso blog, tem alguns artigos exclusivos sobre o tema e que podem lhe guiar de uma forma magnífica. São eles:

Agora, se você quer saber mais sobre IPO e qual o fundamento por trás desta sigla, continue conosco!

Afinal, o que é IPO?

O significado de IPO, em inglês, é Initial Public Offering, facilmente traduzido para Oferta Pública Inicial. Ou seja, a sigla é utilizada quando você deseja ofertar um ativo na bolsa de valores, como ações, títulos, entre outros. Todo ano a lista de Ofertas Pública é atualizada, e você pode encontrá-la neste link.

No caso de empresas, a IPO é importante porque significa que o negócio deixará de ser privado para se tornar uma Sociedade Anônima (S.A). Ou seja, parte da empresa passa a estar disponível para compra no mercado de ações. Quando o investidor compra esta ação, passa a ter um percentual como sócio.

Tipos de IPO

  • Primárias: quando a empresa faz a primeira oferta de ações para conseguir novos sócios. O lucro vai diretamente para o negócio.
  • Secundárias: quando os sócios resolvem vender o seu percentual de ações e o lucro vai exclusivamente para o antigo dono.

Quais as vantagens da IPO

Se você deseja investir no mercado de ações e adquirir percentuais de empresas promissoras, é bom entender de uma vez por todas o que as empresas ganham com a IPO.

Geralmente, quando uma empresa vai dar início a uma Oferta Pública e é um negócio promissor, ocorre toda uma divulgação. Isso cresce o interesse dos investidores em serem os primeiros a adquirir uma porcentagem daquele negócio. Com isso, o que define o preço final da IPO é o book building, ou seja, uma espécie de “livro de ofertas”. Quem se interessar, envia ofertas anônimas e fica mais fácil da empresa estabelecer qual será o preço definitivo para divulgação. Conforme um bom capital é gerado para a empresa, é possível expandir, pagar dívidas ativas, se iniciar no mercado internacional e por aí vai.

Como investir em IPO?

Agora, a pergunta que não quer calar para os jovens que querem investir no mercado de ações usando a IPO. Você precisará:

  1. Escolher uma empresa promissora que lhe gere interesse;
  2. Abrir conta em uma corretora que esteja participando da Oferta Pública Inicial;
  3. Fazer uma reserva das ações;
  4. Adquirir pelo preço final definido após o book buiding.

Porém, se você tem medo de se arriscar, conte com a ajuda do nosso especialista, Raphael Bremenkamp. Marque uma primeira consultoria gratuita e receba orientações certeiras de como investir no mercado de ações. A Bremenkamp Consultoria Financeira é especialista em orientar investimentos. Não perca tempo! Esperamos por você!

Veja outros artigos relacionados:



× Fale comigo!