O setor financeiro tem passado por uma série de transformações nos últimos tempos: a popularização do acesso à internet e a mobilidade contratual entre as operadoras bancárias tornaram as pessoas menos dependentes dos bancos. Além disso, ataques à segurança bancária e a cobrança de anuidades têm feito com que muitos indivíduos deixem de depositar em poupanças e optem por guardar dinheiro em casa. Contudo, a necessidade de se manter o crédito ainda é presente, dando às fintechs a abertura para oferecer poder de compra a quem não tem conta bancária. Para entender melhor esse contexto, acompanhe o nosso artigo! Aqui te explicamos como as fintechs têm se apresentado como uma alternativa de crédito para os desbancarizados.

Afinal, o que são fintechs?

O termo fintech se originou da combinação entre as palavras financial (finanças) e technology (tecnologia). Como o próprio nome diz, fintechs são empresas que utilizam recursos tecnológicos para oferecer, de forma inovadora, serviços financeiros que se sobressaem pela praticidade no modo como são prestados e pela eficiência em atender às necessidades dos clientes. Tais diferenciações podem ser percebidas no atendimento ao consumidor, nas formas de pagamento, na segurança em que as transações comerciais são feitas ou na soma desses fatores.

Por que elas estão se expandindo no Brasil?

Analisando o cenário brasileiro, um dos principais motivos para o destaque das fintechs como uma alternativa de crédito para os desbancarizados deve-se à insatisfação da população em relação à alta taxação feita pelos bancos somada à necessidade de se manter um maior controle sobre as finanças pessoais.

Paralelamente, o Brasil tem recebido incentivos relacionados ao desenvolvimento dos meios de comunicação digitais. Por meio da banda larga, do smartphone e da internet 4G, os quais já fazem parte da realidade de famílias em centros urbanos, as fintechs identificaram o cenário brasileiro como um mercado em potencial.

Outro advento que favorece o fortalecimento dessa alternativa de crédito para os desbancarizados brasileiros foi a regulamentação sobre arranjos de pagamento pelo Banco Central implementada em 2013. A partir dela, foram facilitados os pagamentos de cartões pré-pagos por meio de smartphone, sem a intermediação de instituições financeiras na transação.

Como dar alternativa de crédito para os desbancarizados?

Quais as vantagens dessa alternativa de crédito para os desbancarizados?

Como ressaltamos anteriormente, as fintechs disponibilizam soluções práticas que trazem melhorias nas transações financeiras feitas pelos clientes. Veja, a seguir, os principais benefícios proporcionados por essa alternativa de crédito para os desbancarizados.

Cadastro 100% online

Fintechs que trabalham com linha de crédito fazem os cadastros dos clientes de forma online. A Nubank, por exemplo, permite que o usuário envie toda a documentação de identificação por meio do seu aplicativo para tablets e smartphones.

Aprovação de crédito otimizada

As empresas estabelecem um período de, no máximo, uma semana para avaliar se todos os documentos estão regularizados. Caso estejam, o novo cliente tem o crédito aprovado para compras. É válido lembrar que esse é um prazo limite, há casos em que aprovação de crédito é feita em menos de 7 dias.

Gerenciamento do crédito por aplicativos

Como o sistema das fintechs é, em sua maioria, online, pagamentos, compras, saques e demais transações comerciais são notificadas ao cliente em tempo real. Assim, o usuário consegue ter um domínio mais apurado sobre o crédito, minimizando os riscos de se endividar.

Comprovação de renda nem sempre é necessária

As fintechs que trabalham com cartão de crédito pré-pago, não necessariamente, exigem que o cliente comprove a renda. Isso porque o cartão só permitirá que o usuário gaste a quantia que ele mesmo carregar como crédito.

Proteção contra roubos

Como os aplicativos dos cartões de crédito possibilitam o acompanhamento das transações, é possível verificar uma compra indevida ou alguma cobrança errada. Além disso, certos apps permitem que o usuário restrinja o limite de crédito e bloqueie o cartão em casos de perda ou roubo.

A BCF te ajuda a administrar o seu crédito

De fato, os aplicativos oferecidos pelas fintechs permitem um controle mais incisivo sobre as despesas. Porém, é indispensável que um consultor financeiro pessoal te ajudar a lidar da melhor forma com essa alternativa de crédito para desbancarizados. Saiba que, na Bremenkamp Consultoria Financeira, isso é possível. Acompanhe o nosso blog e tenha acesso às nossas dicas valiosas para o seu controle financeiro!

 

Veja também:
consultor de investimentos
consultoria financeira pessoal
consultor financeiro pessoal RJ