Segundo dados recolhidos pela Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), o total de endividados em junho de 2018 somava 58,6%. Em tempos de crise, casos de famílias endividadas com as despesas gerais tornaram-se, infelizmente, comuns. Porém, saiba que é possível manter a ordem, basta investir em organização e controle de orçamento doméstico. Neste artigo, o consultor Raphael Bremenkamp separou dicas indispensáveis na hora de praticar o planejamento. Nunca é tarde para virar uma página e recomeçar! Confira, a seguir.

Controle de orçamento doméstico: guia completo

guia de controle de orçamento domésticoO que é

São duas coisas em uma só: o orçamento doméstico com a estimativa de rendas e despesas e o controle delas. Esses dois tópicos, juntos, colaboram para que a ordem seja mantida dentro das casas. Isso facilita em tempos de crise, mas principalmente na hora de investir em educação, entretenimento, cultura e construções.

Quando fazer

Não há uma época específica. O indicado é que seja feito com uma frequência ideal para evitar desesperos. Inícios de ano, semestre e empregos podem ser momentos oportunos. Todavia, esperar a crise financeira bater para, então, controlar os gastos, pode ser perigoso. Procure se prevenir de situações frustrantes com o correto controle de orçamento doméstico.

Vantagens

Poupar dinheiro agora para fazer investimentos depois é uma das principais vantagens do controle de orçamento doméstico. Todo mundo sonha em expandir a área da residência, ou em comprar um carro, entrar para faculdade específica, fazer a viagem dos sonhos. Além disso (e muito mais importante) está a tarefa de manter dispensas preenchidas de alimentos e contas de luz, água, telefone e aluguel (se for o caso) pagas. Isso só é possível com o controle financeiro.

Passo a passo para o controle de orçamento doméstico

como fazer controle de orçamento domésticoComunicação

O primeiro passo para qualquer ação familiar é comunicar a todos. Reúna a família e apresente dados que explicitem a real situação financeira da casa. Com isso, é possível colher sugestões e aconselhar no que cada membro pode contribuir. A seguir, os tópicos mais importantes na hora de executar o controle de orçamento doméstico.

Informações

Agora que todos já estão avisados, o primordial é coletar informações importantes para um orçamento doméstico controlado. Faturas, comprovantes de pagamento e demais itens que auxiliem na mensuração de gastos. Entender o que se gasta, é entender como a renda fica comprometida.

Despesas e receitas

Primeiramente, liste todas as rendas da família. Salário líquido, aposentadoria, pensões, aluguéis e outras. Depois, quais são as despesas comuns a todos, do cotidiano. Aluguel, água, telefone, luz, educação, transporte, alimentação, TV a cabo, plano de saúde. Bem como seguros, farmácia, academia e etc. E as despesas pontuais, como viagens, reformas, festas e compra de eletrônicos/objetos de valor alto.

Cortes

Com tudo alinhado, é hora de efetuar os cortes nos gastos para o bem do orçamento doméstico. A saída de dinheiro nunca pode ser maior que a entrada. Portanto, determine, em conjunto e com responsabilidade, o que pode ser eliminado. Alguns hábitos podem ser mudados de maneira simples e, de que quebra, economizar uma boa quantia. Comprar menos roupas, fazer trajetos curtos a pé, planejar supermercado, levar comida de casa para rua. Existem diversas maneiras de cortar gastos e não atrair efeitos negativos, só ao contrário.

Limite

Definir o quanto almeja economizar e qual é o limite mensal de cada membro é indispensável. Principalmente para quem desejar ter controle do orçamento doméstico. Estipule os valores a serem depositados em cada categoria (despesas comuns, lazer, transporte, supérfluos e etc.). Após, almejar uma economia é importante para futuros investimentos. Artigos que podem te inspirar nessa hora: investimento em Tesouro Direto e economizar para viajar.

Tecnologia

Anotar dados no papel ou quadro, à moda antiga do controle de orçamento doméstico, ainda é uma opção. Mas é muito mais fácil contar com o que a tecnologia pode nos oferecer. Como internet e dispositivos provavelmente estão inclusos no seu orçamento, aproveite para planejar gastos e receitas com uma planilha exclusiva. Na página de Downloads da Bremenkamp Consultoria, você encontra o que precisa. Procure por “Planilha para controle orçamentário doméstico”.

Check-list de boas práticas

  • Faça listas de compras para ter uma visão geral dos futuros gastos e o que pode ser eliminado;
  • mantenha os pagamentos em dia para não entrar em conflito com Serasa. Lembre-se: um um score de crédito agrega muitos benefícios;
  • no controle de orçamento doméstico, você vai perceber uma quantidade de itens sem utilização em sua residência. Dependendo, é hora de se livrar deles e ainda garantir uma renda extra;
    esteja atento às ofertas e promoções de supermercados e lojas de departamentos;
  • comprar por impulso é seu grande inimigo. Pergunte-se “eu preciso disso?”;
  • atente-se ao desperdício de alimentos e como pode ser evitado por todos os membros da residência;
  • escolha um banco que não pratique cobranças de tarifas absurdas e que supra suas necessidades momentâneas. O objetivo agora é fugir de empréstimos, por isso que existe a meta de economia;
  • nunca deixe de alimentar a planilha com dados atualizados das receitas e despesas.

Conte com um consultor financeiro

controle de orçamento doméstico com consultoria financeiraSão muitos dados necessários para manter o controle de orçamento doméstico, certo? Todo esse processo pode ser menos estressante se você contar com o acompanhamento de um consultor financeiro. A Bremenkamp Consultoria Financeira é uma empresa especializada em consultoria financeira pessoal e, claro, para toda a família. Conte com a nossa experiência e entre já em contato. Em nosso site, você conhece melhor nossos serviços, depoimentos e artigos exclusivos que podem lhe ajudar.