Imagine-se com a possibilidade de ter uma renda fixa comprando imóveis, sejam eles casas, hotéis ou espaços empresariais, e ainda contar com isenção de imposto de renda. Sim, essa possibilidade existe e é sobre ela que iremos falar hoje. Aprenda como investir em fundos imobiliários agora mesmo com o Raphael Bremenkamp e a Bremenkamp Consultoria Financeira.

O que são fundos imobiliários?

Os fundos imobiliários são regulamentados pela Instrução CVM nº 472, de 31 de outubro de 2008. É um investimento legal e garantido pela Comissão de Valores Imobiliários. Agora, vamos entender o que são eles.

Quando falamos em investimento em imóveis, muitos pensam em comprar um apartamento, uma casa, ou mesmo um prédio. A questão é que nem sempre se tem a quantia total necessária para uma compra deste tipo. No Fundo de Investimento Imobiliário, também conhecido como FII, você investe em ativos imobiliários. Ou seja, você compra uma ou mais cotas do Fundo por meio da Bolsa de Valores e recebe dinheiro conforme a cota é valorizada ou com os rendimentos do imóvel.

Tipos de fundos de investimento imobiliário

Antes de saber como investir em fundos imobiliários, você precisa entender quais são os tipos existentes no mercado. São eles:

  • compra de aluguéis (escritórios, galpões, etc);
  • atividade-fim de hotéis e shoppings;
  • imóveis residenciais com objetivo na construção e venda;
  • aplicação em outros fundos ou ativos de base imobiliária.

Classificações

Os fundos imobiliários podem ser classificados como papel, tijolo ou híbrido.

  • Tijolo: investimentos em ativos reais. Ou seja, são os fundos que lucram com aluguéis.
  • Papel: títulos ligados ao mercado imobiliários e não em um imóvel em si.
  • Híbridos: a carteira de investimentos é mesclada entre os fundos considerados tijolo e os fundos considerados papel.

Afinal, como investir em fundos imobiliários?

1. Existe um valor mínimo?

É possível fazer um investimento em cota única com quantias inferiores a R$ 100,00.

2. Como fazer?

Você pode escolher investir em fundos imobiliários sozinho ou por meio de uma corretora de valores.

Caso escolha a primeira opção, basta acessar o Home Broker e negociar suas quotas, comprando ou vendendo de acordo com as suas necessidades.

Já ao escolher uma corretora de valores, você se preocupa apenas com o valor que irá investir. A empresa cuida de tudo para você. Entretanto, existe uma taxa de corretagem que será cobrada de acordo com a negociação dos fundos imobiliários, assim como acontece no mercado de ações.

3. Entenda os riscos

Antes de investir em fundos imobiliários, é bom estudar a sua política de forma aprofundada e entender se este tipo de investimento é o mais adequado para o seu perfil econômico. Além disso, é importante que você entenda sobre os riscos – afinal, todo investimento possui riscos; e seja guiado por um profissional investidor experiente.

Quer saber se você tem ou não perfil para este tipo de investimento? Conte com Raphael Bremenkamp! Marque uma primeira consultoria gratuita e descubra quais os melhores destinos para as suas economias. A Bremenkamp Consultoria Financeira é especialista em orientar investimentos em fundos imobiliários, entre outros. Não perca tempo! Comece a investir no seu futuro.

Em nosso blog, você encontra outros artigos relacionados. Veja:



× Fale comigo!