A inteligência financeira é caracterizada pela boa relação entre a pessoa e o dinheiro. Isto é, não se trata apenas de uma simples maneira de aplicá-lo, mas sim investi-lo de modo correto, a fim de colher frutos no futuro. Por isso, ela pode ser definida como uma forma de acabar com todas as situações conturbadas pelas quais é possível passar quando se gasta além do limite.

Preparamos este artigo para que saiba como atingir o domínio de suas finanças! Boa leitura!

Inteligência financeira: como aprimorar seu crescimento?

1- Defina o essencial

prioridades da inteligência financeira

Definir o essencial é o primeiro passo para conquistar sua inteligência financeira. Neste primeiro passo, deve-se levar em consideração o quanto é gasto com supérfluo e o quanto é investido no essencial. Assim, é preciso analisar se, principalmente, a saída do dinheiro tem sido destinada ao pagamento ou financiamento de recursos essenciais.

De tal forma, para definir o essencial é preciso ter em mente quais são as prioridades e o quanto você está disposto para atingi-las. Portanto, aposte na sinceridade, tenha em mãos caneta, papel e dê início a este primeiro passo.

2- Busque reduzir os gastos

Depois de já ter definido o que essencial e supérfluo para sua família, o próximo passo é reduzir os gastos. Em outras palavras, significa estreitar os gastos ainda mais. Por isso, todos os membros da família ou moradores da mesma residência necessitam estar envolvidos nesta etapa do processo rumo à inteligência financeira.

Listamos algumas boas práticas:

  • pague as contas antes do vencimento;
  • fique atento às promoções em supermercados;
  • diminua a compra de roupas;
  • gaste menos energia elétrica.

3- Monte um plano de ação

plano de ação da inteligência financeira

O terceiro passo para fomentar seu desenvolvimento financeiro consiste em criar um plano de ação. Nele, as metas devem ser listadas com diferentes prazos. Eles são curtos, médios e longos.

Os objetivos de curto prazo devem ser aqueles que têm maior probabilidade de acontecer dentro de poucos meses, por exemplo. Os de médio, aqueles que são tratados como prioridade para o ano posterior a montagem do plano de ação. Já os de longo, caracterizam-se por ser considerados os “grandes sonhos”. Por isso, cabem a um maior tempo.

4- Invista de forma consciente

O penúltimo passo que trataremos neste artigo sobre inteligência financeira é investir de forma consciente. Por vezes as pessoas acreditam que o simples fato de colocar o dinheiro no banco e esperar que ele renda já será suficiente para aumentar o poderio de contra. No entanto, vale recordar que a mágica não ocorre desta maneira. Investir deve ser uma prática estudada e orientada para alguma finalidade.

Diante disso, para assegurar que o investimento está sendo realizado de maneira correta é preciso comparar modelos que melhor combinam com seu perfil.

5- Conte com orientação

O último passo para alcançar a inteligência financeira é contar com o apoio de um profissional que possa te guiar até o sucesso. Ele será fundamental para te educar financeiramente e, assim, contribuir para a melhor administração de seus investimentos.

Neste sentido, conte com a Bremenkamp Consultoria Financeira! Somos referência no mercado de consultoria financeira pessoal.
Confira outros artigos como estes em nosso blog:



× Fale comigo!